Publicado em 20 de março, 2019 as 16h36.

Como fazer um plano de aula? Veja dicas para o instrutor

Por
Plano de aula
É importante estabelecer objetivos claros e atingíveis para que possa obter um diagnóstico sobre seus métodos de ensino. Foto: Pixabay.com

Em qualquer área de atuação, para um projeto ter sucesso, há a necessidade de se ter um bom planejamento. Porque seria diferente com aulas? Um dos primeiros passos para dar uma boa aula é fazer um bom plano de aula, isso é fato comprovado.

O planejamento, que é ignorado por muitos, é muito importante tendo em vista que é onde se definem ao certo os objetivos que se quer atingir e quais os passos serão dados para alcança-los. Cada área de atuação exigirá um planejamento específico para cada etapa do projeto: esse é um documento imprescindível para o Instrutor.

O plano de aula não é apenas um conjunto de anotações do que se vai ensinar aos alunos e sim um documento detalhado do que vai ensinar e como fará isso, os métodos e recursos de que se utilizará, como o aprendizado será avaliado, o cronograma, as referências e muitas outras informações.

Não se pode pensar quer o plano de aula serve apenas para o aluno: é muito útil, desde a sua elaboração pois leva a reflexão e à pesquisa, além de preparar o Instrutor com um roteiro, garantindo o foco no que é realmente relevante para a aula.

Desta forma, é importante estabelecer objetivos claros e atingíveis para que possa obter um diagnóstico sobre seus métodos de ensino. Se os objetivos não estiverem sendo alcançados, sempre se pode parar, reavaliar os métodos, tentar entender o que está dando errado e criar um novo plano de aula. Deve-se ter sempre em mente que o plano de aula deve e pode ser realimentado, alterado para que se possa obter os resultados que se pretende.

Para fazer um bom plano de aula é importante identificar o seu aluno. O que não é muito fácil de se fazer uma vez que as turmas em Centros de Formação de Condutores (CFCs) são absolutamente heterogêneas, o tempo de que se dispõe com o aluno é muito menor que nas escolas, por exemplo. Ainda assim é possível fazer um bom plano de aula.

Então, segue um passo a passo para ajudar na construção de um bom plano de aula:

– quem é o seu aluno?

– o que ele pretende aprender em suas aulas?

– quais habilidades quer desenvolver e como você vai ajudá-lo?

– qual a intenção dele com as aulas?

– qual o seu objetivo – que pretende alcançar ao final da aula?

Com estas informações em mente, é possível pensar em um roteiro para um bom plano de aula:

Dados de Identificação

Seu nome, o nome do curso (muito importante se você leciona mais de uma disciplina) e que turmas irão ter essa aula.

Tema e objetivo

Tema é o que será abordado naquela aula e não no curso; objetivo é tudo que se pretende alcançar ao final da aula, tudo que se quer que os alunos aprendam até o final daquela aula. Podem ser elaborados vários objetivos para uma mesma aula. Pense em um Objetivo Geral e outros específicos. Importante observar que os objetivos devem ser realistas e viáveis. De nada adianta criar objetivos inalcançáveis e se frustrar porque não está conseguindo alcançar os resultados que pretendia.

Conteúdo

O conteúdo deve sempre estar ligado aos objetivos pois é através dele que chegará aos objetivos. O conteúdo é tudo aquilo que irá apresentar ao aluno para ajudá-lo no aprendizado, não só a matéria, mas também conceitos, exemplos e informações o mais próximo possível da sua realidade. Os conteúdos podem ser conceituais (os conceitos propriamente ditos), procedimentais (o aluno aprende a fazer) e atitudinais (o que o aluno deve aprender a ser).

Metodologia

É o caminho para se chegar a um fim, portanto é uma das partes mais importantes do seu plano de aula. É onde vai cativar e manter seus alunos interessados e atentos. Uma aula expositiva pode não funcionar muito bem para assuntos muito complexos, entretanto, exercícios podem ser uma boa estratégia para fixação de assuntos para um determinado conteúdo.

Recursos didáticos

Aqui devem ser listados todos os recursos necessários para que sua aula seja realizada: vídeos, livros, enfim, tudo que será utilizado. Isso faz com que seja possível programar com antecedência, uma vez que o plano de aula é feito antes. Assim, não há risco de outro Instrutor estar utilizando determinado recurso que precisará para o desenvolvimento de sua aula. Evita também atrasos que podem comprometer o cronograma.

Cronograma

Às vezes é necessário mais de uma aula para que determinado conteúdo seja apresentado aos alunos e para que entendam e aproveitem esse conteúdo. Desta forma, é muito importante que seja registrado quanto tempo será necessário para alcançar os objetivos propostos.

Avaliação

Ao final de todo o trabalho, é necessário fazer a avaliação para verificar se os objetivos foram atingidos. A avaliação será apenas no momento em que seus alunos realizam a prova teórica no DETRAN? Não deveria ser. É importante fazer avaliações contínuas, sejam elas escritas, discussão dos assuntos tratados naquela aula e até jogos e brincadeiras. Mas é um passo importante e necessário e não deve ser deixado de lado.

Referências

As referências são a última parte do plano de aula. Nem por isso, pouco importantes. Nesse momento serão discriminadas as fontes de pesquisa para elaboração da aula. Dessa forma, o Instrutor mantém todo o conteúdo coerente e se prepara para responder dúvidas extras. Pode ainda, indicar leituras e vídeos adicionais para instigar mais interesse por parte dos alunos.

A elaboração de um plano de aula pode parecer complicada, mas não é. Com o roteiro acima, você poderá tranquilamente elaborar o seu plano, com as adaptações necessárias para a realidade da sua turma. Esse documento, extremamente útil, pode ser o diferencial entre uma boa aula e uma aula ruim. Boa aula!

No tópico:

Uma resposta para “Como fazer um plano de aula? Veja dicas para o instrutor”

  1. Teógenes Brasiliano Lobo disse:

    Sempre, procuro trazer o aluna para a realidade do trânsito. Videos educacionais, notícias diárias do trânsito, e a imposição da legislação de trânsito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *