Publicado em 03 de janeiro, 2013 as 16h35.

Veículos devem ser vistoriados para transportar crianças

Por Talita Inaba.

Segurança é uma das maiores preocupações dos pais com seus filhos. Em início de ano, já é necessário começar a pensar nas necessidades do período escolar. Uma delas é o transporte. Na hora de contratar a van escolar, é necessário observar se o veículo usado passou por vistoria. A medida é uma exigência do Código de Trânsito Brasileiro que visa prevenir acidentes.

Durante a vistoria, são analisados itens como o correto funcionamento dos freios, pneus e higiene do veículo, se o veículo possui tacógrafo, todos os cintos e luzes de segurança, faixa escolar em toda a lateral e traseira e limitador de abertura dos vidros.

A inspeção deve ser feita semestralmente. Quando é encontrada alguma irregularidade, o proprietário recebe um relatório e tem 30 dias para regularizar o veículo, não podendo trafegar com o veículo até a confirmação da regularização.

Em outubro de 2012, uma criança de três anos morreu quando seguia em uma van escolar para a creche em Poços de Caldas (MG). O motorista perdeu o controle do veículo quando o pneu furou, e capotou várias vezes. O menino, que não usava o cinto, foi arremessado para fora do veículo e não resistiu aos ferimentos.

Em toda a região de Poços de Caldas há apenas uma empresa especializada para fazer a vistoria, o Ceitec (centro de inspeção) credenciado pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia e Normalização e Qualidade Industrial). Para fazer a vistoria na cidade, os motoristas precisam ir até a prefeitura e pedir um requerimento, anexando os documentos pessoais solicitados pelo órgão.
A vistoria é feita e encaminhada ao Demutran (Departamento Municipal de Trânsito), que emite um certificado autorizando o veículo a trafegar transportando estudantes.

Fonte: Globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *