Publicado em 13 de julho, 2014 as 16h22.

Proteste avalia e encontra falhas em serviço de táxi em Curitiba

Por Mariana Czerwonka.

Táxi em CuritibaEm Curitiba, a Associação de Consumidores flagrou os motoristas utilizando o celular enquanto dirigiam

A Proteste Associação de Consumidores testou o serviço de táxi nas 12 cidades-sedes da Copa do Mundo, inclusive Curitiba. O resultado divulgado aponta algum tipo de falha em todas elas. Tarifas caras, cobranças indevidas, taxistas infratores e carros mal conservados, foram as irregularidades mais encontradas. “A prestação do serviço ainda deixa a desejar”, diz comunicado divulgado à imprensa.

No caso de Curitiba, onde a Proteste realizou quatro viagens — aeroporto-hotel, hotel-aeroporto — utilizando serviços de cooperativa localizada no aeroporto Afonso Pena e de um táxi convencional, a falha mais comum encontrada diz respeito às leis de trânsito. O motorista fez uso do celular no trajeto. O mesmo foi verificado em Belo Horizonte, Fortaleza, Natal, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Foram constatadas falhas graves no cumprimento do Código de Defesa do Consumidor, como cobrança de tarifas adicionais e não informação prévia ao consumidor sobre a mudança de bandeira na divisa de municípios. A exibição de adesivos com informações das tarifas foi encontrada apenas em Curitiba, Porto Alegre e Rio de Janeiro. Embora não sejam obrigatórios em todas as cidades, os adesivos são fundamentais para os passageiros.

A Proteste encaminhou os resultados do estudo às prefeituras e câmaras municipais das 12 cidades, pedindo fiscalização e aprimoramento legislativo.

Fonte: Bem Paraná

Uma resposta para “Proteste avalia e encontra falhas em serviço de táxi em Curitiba”

  1. Excelente artigo. importante lembrar que os direitos como passageiro nas situações de voo, tendo em vista o desconhecimento por grande parcela dos consumidores:

    Voo atrasado: atraso a partir de 1 hora: comunicação em geral (internet, telefonemas etc.); atraso a partir de 2 horas: alimentação (voucher, refeição, lanche, bebidas etc.); atraso a partir de 4 horas: hospedagem e transporte de ida e volta.

    Caso o voo tenha sido cancelado ou houve overbooking, a empresa aérea deverá oferecer ao passageiro: opção de reembolso integral, acomodação ou a garantia de viagem por outro meio de transporte, sendo que a escolha é feita pelo próprio passageiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *