Publicado em 08 de outubro, 2019 as 08h10.

É hoje: comissão do Código de Trânsito realiza primeira audiência

Por Agência de Notícias.

Mudanças no Código de Trânsito
Para os parlamentares, é importante ouvir todos os atores envolvidos na temática. Foto: Arquivo Tecnodata.

comissão especial criada para analisar o Projeto de Lei 3267/19, do Executivo, que altera o Código de Trânsito Brasileiro realiza, nesta terça-feira (8), sua primeira audiência pública. O projeto pretende mudar, entre outros pontos, as regras para obtenção e suspensão da Carteira Nacional de Habilitação e ampliar sua validade.

O debate atende a requerimento dos deputados Luiz Carlos Motta (PL-SP), presidente do colegiado; Hugo Leal (PSD-RJ), Mauro Nazif (PSB-RO); e Hiran Gonçalves (PP-RR).

Para os parlamentares, é importante “ouvir todos os atores envolvidos na temática, pois as mudanças propostas acarretarão grande impacto social”.

Foram convidados para o debate:

– o ex-deputado Beto Albuquerque (RS), autor do projeto que deu origem ao Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans);
– a presidente da Associação Nacional dos Detrans (AND), Larissa Abdalla Britto;
– o relações institucionais do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), Francisco Garonce; e
– representantes do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran); do Ministério da Saúde; e da Polícia Rodoviária Federal.

A audiência ocorrerá às 14h30 , no plenário 5.

As informações são da Agência Câmara

 

19 respostas para “É hoje: comissão do Código de Trânsito realiza primeira audiência”

  1. Antônia Cristina Soares disse:

    Completamente ridículo, pois nem com todo aprendizado conseguem aprender como se comportar no trânsito, imagina sem, ainda teremos uma quantidade gigantesca de desempregados no País.

  2. Gileno barbosa fernandes disse:

    Auto escolas facutativa igual aos outros paises ja chega de mafia

  3. Clemair disse:

    É necessário muito discernimento de todos os envolvidos nessa análise pois mesmo com tantas regras ainda o índice de acidentes é exorbitante, imagino com a flexibilização dessas normas.🙏🙏🙏

  4. Márcio Francklin disse:

    O cidadão que deseja a Autoescola facultativa desconhece a importância do processo de Ensino e aprendizagem profissional, retroceder significará aumentar os índices de mortalidade no trânsito.

  5. José Carlos. Marcelino disse:

    O. Brasil precisa de Educação, se sair a Educação, oque vai acontecer,. Sem noção alguns polítios,. Com todas as aulas que tem, tá no que tá, imagina sem

  6. José Roberto Vieira seberino disse:

    Lamentável, com tantas mortes e mutilações, provocado no trânsito brasileiro, e o governo não tem a preocupação de manter ou ampliar, conhecimentos, não será facilitando as burocracias, retirando obrigações de cursos, que irá melhorar a formação dos condutores.

  7. Robson disse:

    Sr Gileno. Antes de falar bobagens, vai ver a realidade da maioria dos CFCs. Daí você vai ver o trabalho fantástico dos muitos CFCs estabelecidos.

  8. Lucimar disse:

    Cfc facultativo IGUAL dos outros países? Lembre q a Cultura de educação dos OUTROS países também é diferente….. Povo d primeiro mundo tem educação e respeito pelo pedestre,ciclista , respeitam sinalização ,dão seta …….. Coisa q aqui mesmo passando pelo CFC depois q pegam seu auto parecem q esquecem oq aprenderam e fazem tudo errado e consequentemente voltam p CFC para se REABILITAREM …….. ou vão p necrotério.

  9. Izaias meireles disse:

    Gostaria que o povo que reclama dos valores da auto escola, reclamassem tbm de pagar 700.00 reais so de imposto…. em uma das taxas a de LADV e um papel oficio qie vale 119.00 …ou 170.00 2 categorias….isso sim e caro.

  10. Lafaete Ferreira disse:

    Trânsito seguro, só quando virar disciplina escolar, educar é preciso. A classe política não está interessado em cidadãos inteligentes, está interessada em estatísticas e fundos partidários.

  11. Maria de Lurdes Sebben disse:

    A CNH não pode ser vista simplesmente como um documento! É um certificado que habilita para uma atividade e deve levar em conta não apenas a técnica, mas princípios éticos e morais para se conviver em sociedade! Isso é feito pelos CFCs, que deixaram de ser chamados centro de habilitação, para Centro de Formação de condutores, justamente para preparar o condutor em todos os aspectos!

  12. com exceção o estados unidos dos 178 países desenvolvido do mundo só está ganhando da china, índia,
    brasil e rusa ou sela hoje está em quinto lugar .

  13. Mara disse:

    Isso é ridiculo,imagina, as pessoas, sem conhecimento nenhum de legislação, ir para as ruas, senhores hoje somos milhares de carros nas ruas, a época de dirigir trator faz tempo que passou. Nossas ruas são sinalizadas, trânsito intenso, escolas sem aulas sobre trânsito, acorda Brasil

  14. JOnas disse:

    A Educação no nosso país é tão pobre que as pessoas são capazes de julgar e chamar de “mafioso” sem saber basicamente o significado desta palavra e sem ter o mínimo de respeito com o próximo, pois, uma autoescola não rouba ninguém, apenas é um prestador de servicos à sociedade onerado por impostos absurdos. Se coloque no lugar do próximo antes de julgar. Educação não começa na autoescola, inicia na sua casa.

Deixe uma resposta para Maria de Lurdes Sebben Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *