Publicado em 08 de outubro, 2019 as 08h10.

É hoje: comissão do Código de Trânsito realiza primeira audiência

Por Agência de Notícias.

Mudanças no Código de Trânsito
Para os parlamentares, é importante ouvir todos os atores envolvidos na temática. Foto: Arquivo Tecnodata.

comissão especial criada para analisar o Projeto de Lei 3267/19, do Executivo, que altera o Código de Trânsito Brasileiro realiza, nesta terça-feira (8), sua primeira audiência pública. O projeto pretende mudar, entre outros pontos, as regras para obtenção e suspensão da Carteira Nacional de Habilitação e ampliar sua validade.

O debate atende a requerimento dos deputados Luiz Carlos Motta (PL-SP), presidente do colegiado; Hugo Leal (PSD-RJ), Mauro Nazif (PSB-RO); e Hiran Gonçalves (PP-RR).

Para os parlamentares, é importante “ouvir todos os atores envolvidos na temática, pois as mudanças propostas acarretarão grande impacto social”.

Foram convidados para o debate:

– o ex-deputado Beto Albuquerque (RS), autor do projeto que deu origem ao Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans);
– a presidente da Associação Nacional dos Detrans (AND), Larissa Abdalla Britto;
– o relações institucionais do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), Francisco Garonce; e
– representantes do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran); do Ministério da Saúde; e da Polícia Rodoviária Federal.

A audiência ocorrerá às 14h30 , no plenário 5.

As informações são da Agência Câmara

 

19 respostas para “É hoje: comissão do Código de Trânsito realiza primeira audiência”

  1. Antônia Cristina Soares disse:

    Completamente ridículo, pois nem com todo aprendizado conseguem aprender como se comportar no trânsito, imagina sem, ainda teremos uma quantidade gigantesca de desempregados no País.

  2. Gileno barbosa fernandes disse:

    Auto escolas facutativa igual aos outros paises ja chega de mafia

  3. Clemair disse:

    É necessário muito discernimento de todos os envolvidos nessa análise pois mesmo com tantas regras ainda o índice de acidentes é exorbitante, imagino com a flexibilização dessas normas.🙏🙏🙏

  4. Márcio Francklin disse:

    O cidadão que deseja a Autoescola facultativa desconhece a importância do processo de Ensino e aprendizagem profissional, retroceder significará aumentar os índices de mortalidade no trânsito.

  5. José Carlos. Marcelino disse:

    O. Brasil precisa de Educação, se sair a Educação, oque vai acontecer,. Sem noção alguns polítios,. Com todas as aulas que tem, tá no que tá, imagina sem

  6. José Roberto Vieira seberino disse:

    Lamentável, com tantas mortes e mutilações, provocado no trânsito brasileiro, e o governo não tem a preocupação de manter ou ampliar, conhecimentos, não será facilitando as burocracias, retirando obrigações de cursos, que irá melhorar a formação dos condutores.

  7. Robson disse:

    Sr Gileno. Antes de falar bobagens, vai ver a realidade da maioria dos CFCs. Daí você vai ver o trabalho fantástico dos muitos CFCs estabelecidos.

  8. Lucimar disse:

    Cfc facultativo IGUAL dos outros países? Lembre q a Cultura de educação dos OUTROS países também é diferente….. Povo d primeiro mundo tem educação e respeito pelo pedestre,ciclista , respeitam sinalização ,dão seta …….. Coisa q aqui mesmo passando pelo CFC depois q pegam seu auto parecem q esquecem oq aprenderam e fazem tudo errado e consequentemente voltam p CFC para se REABILITAREM …….. ou vão p necrotério.

  9. Izaias meireles disse:

    Gostaria que o povo que reclama dos valores da auto escola, reclamassem tbm de pagar 700.00 reais so de imposto…. em uma das taxas a de LADV e um papel oficio qie vale 119.00 …ou 170.00 2 categorias….isso sim e caro.

  10. Lafaete Ferreira disse:

    Trânsito seguro, só quando virar disciplina escolar, educar é preciso. A classe política não está interessado em cidadãos inteligentes, está interessada em estatísticas e fundos partidários.

  11. Maria de Lurdes Sebben disse:

    A CNH não pode ser vista simplesmente como um documento! É um certificado que habilita para uma atividade e deve levar em conta não apenas a técnica, mas princípios éticos e morais para se conviver em sociedade! Isso é feito pelos CFCs, que deixaram de ser chamados centro de habilitação, para Centro de Formação de condutores, justamente para preparar o condutor em todos os aspectos!

  12. com exceção o estados unidos dos 178 países desenvolvido do mundo só está ganhando da china, índia,
    brasil e rusa ou sela hoje está em quinto lugar .

  13. Mara disse:

    Isso é ridiculo,imagina, as pessoas, sem conhecimento nenhum de legislação, ir para as ruas, senhores hoje somos milhares de carros nas ruas, a época de dirigir trator faz tempo que passou. Nossas ruas são sinalizadas, trânsito intenso, escolas sem aulas sobre trânsito, acorda Brasil

  14. JOnas disse:

    A Educação no nosso país é tão pobre que as pessoas são capazes de julgar e chamar de “mafioso” sem saber basicamente o significado desta palavra e sem ter o mínimo de respeito com o próximo, pois, uma autoescola não rouba ninguém, apenas é um prestador de servicos à sociedade onerado por impostos absurdos. Se coloque no lugar do próximo antes de julgar. Educação não começa na autoescola, inicia na sua casa.

Deixe uma resposta para Despachante Novo Mundo » Comissão do Código de Trânsito realiza primeira audiência Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *