Publicado em 28 de setembro, 2019 as 08h37.

Detran/SP alerta: Educação para o trânsito começa na porta da escola

Por Mariana Czerwonka.

Saída de escola
Saída de escola. Foto: Arquivo Tecnodata.

Seja na porta da escola numa rua calma ou de uma grande faculdade na avenida movimentada, todo cuidado, educação e gentileza é pouco. O Detran.SP aproveitou o Dia Nacional do Trânsito, celebrado na última quarta-feira (25), para recapitular lições e ações prudentes para a segurança de todos.

Transportar as crianças na “cadeirinha” é indispensável e o equipamento deve acompanhar o crescimento dos pequenos. Os bebês devem ser colocados na cadeirinha de costas para o banco da frente. De 1 ano e 1 mês, até 4 anos, a criança já fica sentada para frente, como os demais ocupantes do veículo e presa com as tiras de retenção do equipamento (sistema de cinco pontos).

Dos 4 anos e 1 mês aos 7 anos e 5 meses é hora de usar o assento de elevação para que a criança fique presa ao cinto de segurança do próprio veículo. Crianças entre 7 anos e 6 meses a 10 anos podem ser transportadas apenas no banco traseiro, sem auxílio de equipamento, diretamente com o cinto do assento do veículo.

Transportar crianças em veículo automotor sem observância das normas de segurança especiais estabelecidas pela legislação está previsto no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) como Infração gravíssima (sete pontos e multa de R$ 293,47).
Entrada e saída da escola

O horário de entrada e saída dos estudantes é concorrido. Mesmo assim, na hora de deixar ou buscar os pequenos, o condutor jamais deve estacionar na calçada ou em fila dupla.

O pisca-alerta é para ser usado em caráter de advertência em caso de emergência para indicar aos demais usuários da via que o veículo está imobilizado ou em situação de emergência, por problemas mecânicos, atropelamento ou parada muito abrupta a fim de evitar um engavetamento, nunca por comodidade do motorista.

Documentos e bons hábitos

Na pressa de sair de casa, não se esqueça dos documentos e muito menos de que o cinto de segurança é de uso obrigatório para qualquer um e em qualquer banco do veículo.

Se a escola for perto, leve os pequenos a pé, segurando-os sempre pelo punho (e não pela mão), principalmente ao atravessar a rua, e sempre na faixa de pedestres. Fique atento aos sinais de trânsito. As crianças aprendem com os adultos e a caminhada diária pode ser uma aula para toda a vida.

Se o trajeto é de transporte público, ao descer do ônibus ou van, espere na calçada e jamais desça fora do ponto. Não é seguro atravessar nem por trás nem pela frente do veículo. Deixe que ele siga, para que você tenha uma boa visão da rua. E siga para o seu destino com segurança.

Dicas para os alunos motoristas

Quem já está habilitado e vai para a faculdade dirigindo, deve deixar o celular fixado no para-brisa ou painel dianteiro, apenas para usar o localizador. Falar ou gravar vídeos para as redes sociais, nem pensar. Não é permitido seu manuseio nem mesmo em paradas temporárias (pedágios ou semáforos). Todas essas situações são infrações gravíssimas, com sete pontos e multa de R$ 293,47.

Depois das aulas, quem for dirigir, não está autorizado a beber, nem tão pouco interromper a via para ficar no bar. O som alto não está liberado, principalmente no horário da saída das aulas no período noturno.

Para quem vai de motocicleta ou ciclomotores, os capacetes são obrigatórios para piloto e garupa devidamente fixados à cabeça, presos ao queixo por meio da cinta, sem folgas, e com a viseira totalmente abaixada. Quem vai de bike também deve adotar o equipamento. Nos dois casos, também vale optar por roupas e calçados adequados. Os limites de velocidade devem ser respeitados pelos motociclistas e mesmo quase se está atrasado e é semana de prova. Não é permitido ultrapassar pela direita e muito menos trafegar pelo corredor dos ônibus.

Por falar em prova, condutor que perdeu noite de sono estudando, tomou remédios para ficar acordado, também não deve dirigir. Tudo isso e um pouco mais de nervoso ou preocupação acabam acarretando a perda de reflexos e potencializando possíveis acidentes. Neste caso, opte por caminhar ou usar transporte público ou de aplicativo que ainda garantem um tempo extra para dar uma revisada na matéria.

Seja de carro ou de moto, confira sempre a calibragem e a aderência dos pneus, freios, buzinas, combustível, funcionamento do farol, entre outros itens importantes.

2 respostas para “Detran/SP alerta: Educação para o trânsito começa na porta da escola”

Deixe uma resposta para Gordo Despachante » Detran/SP alerta: Educação para o trânsito começa na porta da escola Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *