Publicado em 10 de fevereiro, 2014 as 17h54.

Denúncia: falta de respeito é comum em saída de escola de São Paulo

Por Mariana Czerwonka.

Denúncia: saída de escola em São PauloA educação, os bons modos, o respeito e a cidadania são lições que devem ser passadas de pais para filhos. Porém, não é isso que está acontecendo em frente a uma escola de São Paulo.

Os moradores da Rua Antônio Teixeira, no Belenzinho, não conseguem sair de casa no final da tarde, porque pais que estão aguardando o final das aulas do Colégio Agostiniano São José , param seus carros em fila dupla e nas calçadas, além de abandonar o carro na fila, impedindo o trânsito dos veículos dos proprietários de residências do entorno da escola.

Segundo o internauta que denunciou o caso “isso se repete todos os dias. O trânsito fica parado e não há mais como tolerar essa situação”.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, estacionar em filas duplas ou em cima das calçadas é uma infração grave, com acréscimo de cinco pontos na CNH, multa de R$ 127,69 e remoção do veículo.

Além disso, segundo o especialista em trânsito e diretor da Tecnodata Educacional Celso Alves Mariano, para que a vida em sociedade seja possível, foram criadas normas de conduta, que definem nossos direitos e deveres enquanto cidadãos. “O indivíduo tem o dever de obedecer às leis e códigos, em benefício do bem comum. E não é isso que está acontecendo nesta situação”, avalia Mariano.

O Portal do Trânsito encaminhou a denúncia à Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-SP), que em nota, informou que “em atenção à manifestação sobre desrespeito às regras de estacionamento nas imediações do Colégio Agostiniano São José, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informa que irá intensificar a fiscalização na Rua Antônio Teixeira e região, visando coibir eventuais abusos e desrespeitos ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e garantir a segurança de motoristas e pedestres”.

Está insatisfeito com o trânsito de sua cidade? Então envie sua denúncia. O Portal irá junto com você buscar a resposta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *