Publicado em 01 de janeiro, 2020 as 13h12.

Artigo: 12 dicas para pedalar com segurança

Por Artigo.

Gerardo Carvalho Frota (Pardal) (*)

Se acha que bicicleta

É coisa só para atleta

E bom pensar diferente.

Se você se dispuser

A pedalar se quiser

Ficará bem mais contente.

 

Com endorfina liberada

Terá a vida melhorada

No trabalho e onde for.

Só em não se sentir estressado

Dentro de um carro sentado

Já é sinal de louvor!

 

Economiza dinheiro

E até chega mais ligeiro

Neste trânsito engarrafado.

Faz bem a circulação

Melhora a respiração

Difícil de ser infartado!

 

Vou dizer dica por dica

De segurança que fica

Com menos risco o ciclista.

Primeiro a ILUMINAÇÃO

Pra evitar uma situação

De risco pro motorista.

Seja então inteligente

Use luz branca na frente

E a vermelha use atrás.

Pra ninguém e o motorista

Nunca lhe perder de vista

E vejam o que você faz!

 

Aqueles “olhos de gato”

Na bicicleta de fato

Não ajudam muito não.

A luz deve ser piscante

Para que seja incessante

A eficácia na visão…

 

Eu faço aqui um lembrete

É bom usar CAPACETE

Mesmo não sendo obrigado.

Não vai livrar dos abismos

Mas diminui os traumatismos

Se o crânio for machucado.

 

Não há lei para obrigar

LUVAS, ÓCULOS usar

Pra luvas há dois motivos:

Se nas mãos houver suor

Com as luvas é bem melhor

É um dos objetivos.

 

Pros olhos a proteção

Óculos é a solução

Contra a poeira e o vento.

Se algo no olho entrar

Pode a visão bloquear

Produzindo embaçamento.

 

Pedalar na CONTRAMÃO

Cuidado não faça não

Para a sua segurança.

Vou citar alguns motivos

Para os ciclistas bem vivos

Pedalar com confiança.

 

Se um pedestre atravessar

Uma rua e só olhar

Pro lado que os carros vêm?

E um ciclista aparecer

Na contramão pode haver

Machucamento de alguém.

 

E um carro que vai entrar

Numa rua e só olhar

Pro os outros que vêm na mão?

E não olhar pro outro lado

E vem um ciclista danado

Pedalando em contramão?

 

Se da garagem sair

Um carro que quer seguir

Dificilmente ele espera

Ciclista na contramão

E se bater meu irmão

Um mal estar sempre gera…

 

Na contramão na verdade

Com muita velocidade

Do carro ou motociclista

Um tempo pra reagir

E desviar  sem atingir

Não vai ter o motorista…

 

Ao ver o carro parado

Muita atenção e cuidado

Podem ter portas se abrindo.

De repente o condutor

Olha no retrovisor

Não ver a bicicleta vindo.

 

Procure passar AFASTADO

Se vir um carro parado

As PORTAS podem se abrir.

É difícil perceber

Se alguém vai ali querer

Do carro logo sair!

 

Pedalar pela DIREITA

No Código está a receita

Se não houver ciclovia.

Se a ciclofaixa existir

Por ela é que deve ir

É pro ciclista esta via.

 

A pedalada se encaixa

Em CIVLOVIA, CICLOFAIXA

Que em tese é pra proteção.

Entre o espaço do ciclista

E o espaço do motorista

Tem uma separação.

 

Metro e meio é a distância

Lateral tem importância

Entre a bicicleta e o carro.

Mas há muitos motoristas

Não sabem e imprensa os ciclistas

E os dois podem ir ao barro…

 

SINALIZE o que pretende

Assim o motorista entende

E prever sua trajetória.

Faça isso com a mão

Mas que seja de antemão

Não dê a mão à palmatória.

 

Quando vir que muitos carros

À direita vão entrar

E você quer ir em frente

A mão deve balançar.

Mas veja se o motorista

Viu você e vai esperar.

 

EDUCAÇÃO é uma via

De mão dupla todo dia

Pelas ruas da cidade.

Um sinalzinho com a mão

Sorriso de gratidão

Faz milagre de verdade!

 

O ciclista esclarecido

Educado e agradecido

Quando alguém lhe dá passagem

Vai semeando alegria

No trânsito do dia a dia

E vai colhendo vantagem.

 

Seja então a diferença

Tenha educação e convença

Pois isso faz muito bem.

O ciclista bem educado

É fácil ser respeitado

Por motoristas também.

 

Motoristas com frequência

Nem sempre dão preferência

Ao ciclista em cruzamento.

Alguns ficam estacionados

Nas ciclofaixas ou parados

Causando constrangimento.

 

Sem falar do motoqueiro

Que trafega o dia inteiro

Neste espaço do ciclista.

Faltando assim com o respeito

A quem está no seu direito

Isto é um ato egoísta!

 

Pedalar pela CALÇADA

É atitude desastrada

A Lei diz que é pra descer

Da bicicleta e andar

Feito pedestre exemplar

Pra nenhum risco correr.

 

Vou lhe dar uma razão

Para evitar confusão

Se pedalar na calçada:

Se uma criança surgir

Correndo e você não vir

Pode ser atropelada.

 

Nunca vá furar o sinal

Porque pode se dar mal

Se um carro ali aparecer.

E em alta velocidade

Vai faltar agilidade

Pro perigo resolver.

 

Às vezes têm motoristas

Que quando veem ciclistas

As leis não querem cumprir

Mais na frente uma fechada

Lhe dão uma derrubada

Porque lhe querem punir.

 

O Código manda usar

Para melhor ampliar

Seu ângulo de visão.

Falo do RETROVISOR

Que tem um grande valor

Para a sua proteção.

 

Para sua segurança

Sempre tenha na lembrança

De usar o RETROVISOR.

Virar o pescoço pra ver

Atrás pode aparecer

Torcicolo e muita dor.

 

Pra terminar meu recado

Peço que seja educado

O da moto e o motorista.

O veículo mais ágil

Respeite aquele mais frágil

Que neste caso é o ciclista.

 

*Gerardo Carvalho Frota (Pardal) é professor da rede ensino municipal de Fortaleza. Poeta. Escritor de cordel. Educador de Trânsito em escolas e CFCs, formado pelo DENATRAN, DNIT, SEST/SENAT, DETRAN-CE. Desenvolve um Programa de Educação para o Trânsito através da literatura de cordel, ganhador do Prêmio Volvo do Brasil, 2010 Programa este convertido em Projeto Indicativo pela Câmara Municipal de Fortaleza (março/2018) que se encontra na Secretaria Municipal de Educação de Fortaleza, dezembro/2018. Autor de 15 folhetos de cordel sobre o trânsito, cujo lançamento aconteceu na XIII Bienal Internacional do Livro em Fortaleza (abril/2019)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *