Publicado em 20 de março, 2013 as 12h38.

A importância de limpar peças na instalação dos discos de freio

Por Talita Inaba.

O sistema de freio, composto por diversos componentes, entre eles, os discos de freios e pastilhas, merece atenção especial dos reparadores no momento da instalação. A limpeza, tanto das peças como das mãos de quem for instalar, é fundamental para que não ocorra a contaminação do sistema.

Uma das partes mais importantes do veículo por garantir a segurança de seus ocupantes, o sistema de freios precisa estar com a manutenção em dia. Por isso, os mecânicos devem ter especial atenção na hora da reparação. Pedal de freio, servo freio, cilindro mestre e de rodas, pinças, pastilhas, lonas e discos fazem parte do sistema, componentes que requerem cuidados na hora da instalação. “As faces de contato entre o disco de freio e o cubo de roda devem ser limpas com uma lixa de ferro ou escova de aço para remover qualquer sinal de oxidação ou rebarbas”, ressalta Jair Silva, supervisor de serviços da Nakata. Segundo o técnico, o acúmulo de resíduos nesse local pode provocar vibrações ou pulsações no pedal durante a frenagem. Para remover a película protetora, os discos devem ser lavados com detergente neutro e água.

A pinça de freio não pode ficar pendurada pelo flexível. “Prenda-a com um gancho resistente para evitar danos no flexível e examine-a quanto a vazamento, o funcionamento dos êmbolos e o deslizamento dos pinos guias. Se identificar qualquer irregularidade substitua os componentes”, adverte.

Silva recomenda também a troca de pastilhas quando ocorrer a substituição dos discos sempre com as mãos bem limpas durante a instalação para que não haja contaminação.

Risco de empenamento – Os riscos de empenamento no conjunto cubo/disco/rolamento podem ocorrer em caso de torque excessivo nos parafusos de roda, podendo resultar em trepidações ou pulsações no pedal durante a frenagem. O empeno máximo do disco/cubo/rolamento na linha leve não deve ser superior a 0.10 mm. “Caso esteja acima dessa medida, é necessário remover o disco, colocar a ponta do relógio comparador na borda do cubo, girar o cubo vagarosamente e fazer a leitura”, recomenda. Se for maior que 0,04 mm, pode ser que o cubo esteja empenado ou os rolamentos com folga excessiva. “Faça as substituições necessárias para a correção do problema antes de instalar os novos discos de freio”, afirma Silva. Ele lembra também que folgas entre os componentes da direção e suspensão, como os terminais axiais, podem provocar vibrações ou golpes no volante durante frenagens, induzindo o reparador a um diagnóstico incorreto de disco empenado.

Recomendação importante – Durante os primeiros 300 km, após a substituição das pastilhas e discos, os freios não devem ser acionados bruscamente (exceto em emergências). “Essa quilometragem é necessária para permitir o assentamento do material de atrito”, conclui.

Sobre a Nakata:

A Nakata, fabricante de autopeças para o mercado de reposição automotiva com uma linha completa de componentes para suspensão, transmissão, freios e motor, faz parte da Affinia Automotiva presente no Brasil desde 2004, com quatro unidades de negócios, incluindo fábrica, sede administrativa e dois centros de distribuição. Além da Nakata, a Affinia, que tem operações totalmente voltadas ao mercado da reposição automotiva, com amplo portfólio de produtos, também comercializa as marcas Spicer, Wix e Power Engine.

A empresa dispõe de central de atendimento, catálogos eletrônicos, entre outros serviços. Participa do Programa Carro 100% / Caminhão 100% , iniciativa inédita no País que visa conscientizar o motorista sobre a importância da manutenção preventiva do veículo. Mais informações no site: www.affinia.com.br .

No mundo – A Affinia Automotiva pertence à Affinia Group, multinacional norte-americana líder mundial em fabricação e distribuição de componentes automotivos para o mercado de reposição, conta com 11 mil colaboradores, tem plantas em 11 países e comercializa produtos para mais de 70 países da América do Norte e Sul, Europa e Ásia, com faturamento global da ordem US$ 2 bilhões ao ano (exercício 2011).

Fonte: Segs.com.br

No tópico: Dicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *