Publicado em 21 de agosto, 2019 as 08h18.

Na direção ou na contramão da vida?

Um dos principais debates da programação do XIII Congresso Brasileiro de Medicina de Tráfego e II Congresso Brasileiro de Psicologia de Tráfego, marcados para setembro, tem foco nas mudanças polêmicas propostas para o Código de Trânsito Brasileiro

Por Assessoria de Imprensa.

Faltando menos de um mês para o XIII Congresso Brasileiro de Medicina de Tráfego e II Congresso Brasileiro de Psicologia de Tráfego, a expectativa é de ampla repercussão. Marcados para 12 a 14 de setembro, em Brasília, os eventos chegam no momento em que se discute, na Câmara dos Deputados, mudanças polêmicas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB – Lei 9.503/97), entre elas a de ampliação para o dobro dos pontos máximos permitidos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em um ano, de 20 para 40.

O Projeto de Lei 3267/19, que faz essas diversas alterações, foi entregue à Câmara pessoalmente pelo presidente Jair Bolsonaro, onde está em análise por uma comissão especial. Entre outras medidas de flexibilização está a troca de multa por advertência para quem transportar criança sem a cadeirinha.

É nesse cenário que a Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet) e a Associação Brasileira de Psicologia do Tráfego (Abrapsit) trarão à capital federal, no Centro Internacional de Convenções no Brasil – CIBB,  representantes do governo, deputados, senadores e doutores especialistas em trânsito para debater o futuro do trânsito no Brasil nas áreas de prevenção de acidentes, avaliação de condutores, riscos para direção veicular, entre outros temas relevantes. Também estão previstos cursos, que terão lugar no dia 12, com ampla programação pré-congresso.

No dia 13, a abertura oficial terá palestra do historiador Leandro Karnal, que abordará A ética das relações humanas com o trânsito, das 8h30min às 10h.

Na sequência, ocorrerá o painel PL 3267/19 – Um projeto que vai na direção ou na contramão da vida? Visão do Executivo e de Especialistas. Participam, Victor Pavarino, o ministro da Saúde dr. Henrique Mandeta, e o dr. Flávio Emir Adura, especialista em Medicina de tráfego. A mediação será do dr. Geraldo Guttemberg Soares Júnior. O tema volta a ser debatido, à tarde, por deputados federais, com a moderação do dr. Antonio Meira.

No dia 14, um dos destaques da programação será o painel Os custos econômicos e sociais dos acidentes de trânsito no Brasil: perspectivas e soluções, que pode apontar com dados concretos a redução desses impactos a partir da adoção da legislação de trânsito em vigor, com a presença de especialistas de renome no país.

Inscrições

A manutenção e valorização do trabalho dos especialistas médicos e psicólogos de tráfego historicamente motiva a realização dos eventos. Esses profissionais, ao lado de pesquisadores, engenheiros, educadores, políticos e entidades ligadas ao segmento, fazem parte dos já inscritos para este evento. Ainda há vagas.

Mais informações e inscrições pelo site www.congressoabramet.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *