Publicado em 25 de julho, 2018 as 08h18.

No dia do motorista, veja características de quem tem bom comportamento ao volante

Por
Dia do Motorista
O primeiro passo, para ser um bom motorista e um bom cidadão, é fazer uma autocrítica honesta do próprio comportamento ao volante. Foto: Arquivo Tecnodata.

O Dia do Motorista é comemorado em 25 de julho. Esta data é uma homenagem aos profissionais que trabalham com transporte, seja de mercadorias ou pessoas.  Este foi o dia escolhido por ser a data dedicada a São Cristóvão, santo padroeiro dos motoristas. No dia 21 de outubro de 1968, através do Decreto nº 63.461, o Dia do Motorista foi instituído no Brasil.

Muitos dos candidatos à primeira habilitação estão estudando com o objetivo de se tornarem motoristas profissionais. Por esse motivo, essa é uma bela oportunidade de abordar o assunto e contribuir para que esse profissional tenha um diferencial no mercado.

O primeiro passo, para ser um bom motorista e um bom cidadão, é fazer uma autocrítica honesta do próprio comportamento ao volante, do grau de agressividade e dos maus hábitos. Para quem não dirige ainda é mais fácil incorporar bons hábitos do que mudar os maus. Depois disso, é possível adotar um padrão de comportamento civilizado e aceitar as deficiências das outras pessoas, característica fundamental para quem faz do trânsito seu ambiente de trabalho.

O bom cidadão, geralmente, também é um bom motorista, pois as qualidades para ambos são as mesmas.

O Portal do Trânsito e a Tecnodata listam abaixo algumas delas e que podem ser trabalhadas pelo instrutor em sala de aula. Acompanhe!

Respeita as normas de trânsito

É dever de todo cidadão respeitar as leis. Um bom motorista pode questioná-las, mas não desobedecê-las. Geralmente, graves acidentes são precedidos de infrações de trânsito.

Respeita o direito das outras pessoas

A prática de boas atitudes entre os usuários do trânsito tem o poder de promover o respeito mútuo e a cidadania. A melhor forma de aprender a respeitar os demais é colocar-se no lugar do outro. Dessa forma, o motorista saberá como agir com motociclistas, pedestres, ciclistas e demais atores do trânsito.

Tem equilíbrio emocional

Para ser um profissional de sucesso, em todas as profissões, em especial na de motorista, é fundamental ter equilíbrio emocional, que consiste em ter respostas emocionais adequadas para cada situação. Para isso, é necessário conhecer melhor e saber controlar as próprias emoções.

Preserva o meio ambiente

O motorista precisa entender que faz parte do meio ambiente e que algumas atitudes acabam afetando a todos negativamente. Algumas pessoas já se conscientizaram da importância de preservar, de viver sem agredir a natureza. A responsabilidade de preservar o meio ambiente é de todos. Já não é mais admissível que uma pessoa, por irresponsabilidade ou ignorância, agrida o meio ambiente.

É compreensivo com os erros dos outros, pois também erra

Errar é humano. Em algum momento, todos acabam cometendo erros. Um bom motorista é compreensivo, mantém a calma e não se deixa afetar pelo erro dos outros.

Evita confrontos e comportamentos agressivos

O bate-boca não resolve, porque ninguém mais está escutando. O ideal é não participar de desentendimentos no trânsito. O bom motorista procura acalmar os ânimos para voltar ao diálogo.

Usa o veículo para a finalidade correta

O bom motorista não utiliza o veículo para demonstrar nível social ou para compensar sentimentos de inferioridade e insegurança, se prevalecendo do tamanho e da potência do veículo, por exemplo. Também não pode utilizá-lo como arma ou armadura. Qualquer atitude mal interpretada pode transformar o veículo em um instrumento de fatalidade.