Publicado em 23 de maio, 2018 as 15h27.

Manuais do DENATRAN ajudam a aprimorar aulas em CFCs

Por
Instrutor preparando a aula
É importante que o instrutor mantenha-se atualizado devido as mudanças constantes na legislação de trânsito. Foto: Pixabay.com

Preparar um boa aula no CFC exige do Diretor de Ensino e dos Instrutores, bons conhecimentos, metodologia para um bom plano de aula e, claro, materiais e recursos didáticos adequados e atualizados, de boa qualidade e confiáveis. Mas o ideal é que o instrutor mantenha-se sempre em estudos, pois o ritmo em que Resoluções, Portarias e até mesmo novas que Leis alteram o CTB e suas diretrizes é muito elevado.

São inúmeras as situações de sala de aula em que é preciso, ou, pelo mínimo, é muito útil para o instrutor, conhecer os manuais oficiais produzidos pelo CONTRAN/DENATRAN sobre os padrões de Sinalização e também de Fiscalização de trânsito.

Relembrar aquilo que foi estudado quando da formação de instrutor, ou aprofundar os conhecimentos e a compreensão de princípios basilares de engenharia de tráfego, sinalização de vias, e aplicação da Lei pelos agentes da autoridade de trânsito, podem significar um up profissional para o instrutor em suas atividades.

Conhecer melhor os Manuais de Sinalização permitirá saber de mais detalhes como dimensões, cores e a correta instalação de determinada placa ou marca viária. Isso pode ser muito útil e enriquecedor numa aula sobre sinalização (na disciplina de Legislação de Trânsito), e até mesmo para estimular os alunos a perceberem e denunciar, como cidadãos, os erros e falhas na sinalização de cidades e rodovias (na disciplina de Cidadania).

Já nas aulas de infrações (disciplina de Legislação) pode ser especialmente enriquecedor se o instrutor tiver acesso e conhecimento do MBFT – Manual Brasileiro de Fiscalização de Trânsito. Estudá-lo pode melhorar muito a compreensão da aplicação da Lei.

Lembre-se: seus alunos do CFC não precisam de conhecimentos profundos de engenharia de tráfego ou de fiscalização, afinal, eles estão ali em um curso de primeira habilitação. Mas você, como profissional de educação da área, tem muito a ganhar se interessando, estudando e dominando estas áreas do conhecimento.

E como obter estas publicações? O DENATRAN distribuiu muitas destas publicações, impressas, ao longo dos anos, diretamente para os órgãos de trânsito. Muitos DETRANs ainda os têm em seu acervo. Mas a melhor forma e o mais rápido acesso, disponível a todos os interessados, é pela internet.

Nestes links você pode ter acesso ao que está publicado no site do DENATRAN:

DENATRAN Sinalização vertical de Regulamentação Vol I

DENATRAN Sinalização vertical de Advertência Vol II

DENATRAN Sinalização vertical de Indicação Vol III 

DENATRAN Sinalização Horizontal Vol IV

DENATRAN Sinalização Semafórica Vol V

DENATRAN Sinalização Temporária Vol VII

Note que falta o Volume VI. Ele ainda não foi publicado. Tão logo seja, atualizaremos esta página. Fique atento às publicações do Portal.

Tecnodata Educacional e Portal do Trânsito

Para manter-se atualizado nada mais prático do que acompanhar o Portal do Trânsito, seja aqui no site, seja nas redes sociais. Veja por exemplo as informações veiculadas semanalmente no CFC News e em reportagens especiais, como no último Sala de Visitas, em que o próprio Diretor do DENATRAN concedeu uma entrevista exclusiva para o Diretor do Portal Celso Mariano.

O Portal do Trânsito é um esforço da Tecnodata Educacional e também de colaboradores especialistas para manter um canal vivo e de qualidade para concentrar todas as informações e conteúdos que fazem diferença no dia a dia dos profissionais dos CFCs. Leia aqui no Portal: Recursos didáticos grátis para aulas de Primeira Habilitação.

Para facilitar a vida de Diretores Geral e de Ensino, e de Instrutores, a Tecnodata Educacional organiza suas publicações, impressas ou online, de forma a traduzir e interpretar as leis, resoluções, portarias e deliberações, tornando compreensíveis e aplicáveis estas informações. São sistemas de ensino completos, especialmente formatados para contribuir efetivamente para uma maior qualidade na formação dos condutores brasileiros.

Boas aulas!