Publicado em 15 de fevereiro, 2016 as 15h03.

Volta às aulas exige cuidado e atenção no trânsito

Por Mariana Czerwonka.

Volta às aulas
Os atropelamentos são a principal causa de mortes dos pequenos em acidentes nas ruas.

Hoje, muitos estudantes voltam à rotina das aulas. Em consequência disso aumentam os congestionamentos, o fluxo de veículos e pessoas nas vias, as infrações e os perigos no trânsito. Por exemplo, estacionamentos irregulares e filas duplas têm impacto negativo direto sobre o trânsito, e quando multiplicado por vários automóveis, causa um problema de grande relevância para a mobilidade urbana. “Em muitos desses casos quem compromete a segurança são aqueles que deveriam dar o exemplo, os próprios pais e professores que não respeitam as leis de trânsito”, diz Celso Alves Mariano, especialista em trânsito e diretor do Portal.

O mais grave é que, segundo as estatísticas, a maioria dos acidentes de trânsito envolvendo crianças acontece ao redor das escolas. Os últimos dados disponíveis do Ministério da Saúde, do ano de 2012, mostram que os atropelamentos são a principal causa de mortes dos pequenos em acidentes nas ruas. Em seguida vem os acidentes como passageiros de carros, em motocicleta e depois como ciclistas.

Para evitar situações de perigo na volta às aulas, é preciso redobrar a atenção, diminuir a velocidade ao se aproximar de escolas, respeitar as leis e a sinalização, além da preferência dos pedestres na faixa. “Para os estudantes as principais dicas são: embarcar e desembarcar sempre pelo lado da calçada, não se distrair com o uso do celular nas ruas, atravessar as vias preferencialmente na faixa de pedestres e menores de 10 anos andarem sempre acompanhados de adultos”, sugere Mariano.

  • Leandro Ramos

    Pois é. Resumindo: basta os motoristas serem “gente”.