Publicado em 16 de abril, 2017 as 09h12.

Asfalto ecológico melhora conforto e segurança nas estradas

No último ano a Ecovia aplicou quase 1,7 mil toneladas de asfalto borracha em obras de pavimentação

Por Mariana Czerwonka.

Assessoria de Imprensa 

Ecovia

Asfalto ecológico
BR 277 – Litoral do Paraná. Foto: Guilherme Pupo.

Preservar o meio ambiente e oferecer aos usuários as melhores condições de tráfego. Esses são dois dos principais objetivos da concessionária Ecovia Caminho do Mar, que administra a malha rodoviária que liga Curitiba ao litoral do Paraná.  Desde 2008, a empresa faz o uso do chamado asfalto ecológico, produto ambientalmente correto e mais resistente que o asfalto convencional.

O asfalto ecológico é produzido a partir da utilização de pneus de caminhão sem condições de uso e que poderiam ser descartados ao meio ambiente. No asfalto-borracha cerca de 14% do produto e composta de pó de pneu moído.

“O impacto dessa iniciativa para o usuário é que a borracha proporciona uma maior aderência do veículo em relação ao asfalto convencional, trazendo assim maior segurança para os usuários da rodovia.”, explica o Coordenador de Engenharia, Fábio Assunção.

No último ano, a Ecovia consumiu mais de 1,7 mil toneladas de asfalto ecológico, o que significa o uso de 238 toneladas de pó de pneu moído. Como cada pneu de caminhão produz cerca de 32 kg de pó moído, a aplicação do asfalto ecológico nas rodovias administradas pela concessionária contribuiu para reutilização de 7.500 pneus de caminhão em um ano, com forte impacto na preservação ao meio ambiente.

Durabilidade

Também de acordo com a Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (ANIP), o asfalto-borracha tem durabilidade cerca de 40% maior do que o asfalto convencional, devido a sua menor deformação e maior elasticidade. Isso contribui para o menor desgaste do pavimento e consequente redução da necessidade de reparos na pista, o que ajuda a manter a rodovia com maior fluidez de tráfego de veículos.

“Cada vez que realizamos uma obra de pavimentação há interdições no fluxo de tráfego. Outra vantagem do asfalto-borracha é a redução do tempo de liberação da pista ao tráfego em relação ao execução com asfalto tradicional. Isto se deve pela a redução do tempo de resfriamento da mistura, que é maior no asfalto-borracha em relação ao asfalto convencional devido as suas características”, conta o gerente de Engenharia da concessionária Ecovia, Alexandre Santos.

As informações são da Assessoria de Imprensa

  • Camponez Frota

    Esta é uma grande iniciativa da concessionária Ecovia, tendo em vista que além de melhorar a qualidade do asfalto e a sua durabilidade em condições de tráfego seguro, faz a sua parte pela limpeza do meio ambiente. Iniciativas como esta devem ser seguidas pelos governos, tanto federal como estadual, obrigando todas as empresas concessionárias de rodovias a investirem nesse tipo de asfalto em todo o território nacional.As renovações de concessões das rodovias federais estão em fase de finalização; não seria este o momento de incluir nos textos dos contratos esta exigência para o vencimento da licitação?