Cadeirinha para criançasA cadeirinha para crianças no banco de trás do carro é obrigatória, mas muita gente ainda ignora essa lei. Em 2013, o número de multas para esse tipo de infração aumentou 60% nas estradas federais.


Em diferentes cidades do país, equipes do Bom Dia Brasil flagraram situações perigosas e absurdas.


No carro, a criança vai em pé no banco da frente. No táxi, um menino também está no banco da frente só que no colo de uma mulher. Em outro carro, as crianças, inclusive um bebê, estão completamente soltas no banco de trás.


Flagrantes assim explicam o crescimento no número de multas aplicadas para esse tipo de infração nas rodovias federais de todo o país. De 2012 para 2013, o aumento foi de 60%. No Piauí, a situação é ainda mais grave: as multas aumentaram 120%.


“Alguns alegam preço excessivo e, mesmo aqueles veículos que apresentam dispositivo, as crianças relutam em ficar neles, mas os pais tem que impor limite”, comenta o inspetor Isaías Carlos Segundo, da PRF-PI.


Desde 2010, uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) obriga o uso da cadeirinha para crianças de até 7 anos e meio.


Samuel Rêgo não pensa duas vezes quando o assunto é a segurança do filho. "Ele sempre aceitou bem a cadeira, até mesmo porque a gente tem o cuidado de explicar a importância dessa cadeira diante de um acidente", analisa o médico.


"Os pais têm que entender que o mais importante não é a questão financeira, seja da compra da cadeirinha ou da multa aplicada, mas garantir a vida dessas crianças”, recomenda o inspetor da PRF-PI.


Fonte: Bom Dia Brasil