Publicado em 04 de abril, 2017 as 15h22.

Comissão aprova nova classificação para CNH de motociclistas

A categoria A poderá ser dividida em 3: a A1, A2 e a A3

Por Mariana Czerwonka.

Categoria de motociclistas
Independentemente da subcategoria, a formação do condutor deverá incluir curso de direção em circuito fechado, anterior à prática em via pública.

A Comissão de Viação e Transportes aprovou projeto de lei (PL 3245/15), do deputado Ronaldo Fonseca (Pros-DF), que classifica a carteira de habilitação dos motociclistas de acordo com a cilindrada da moto.

A proposta altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97) e recebeu parecer favorável do relator, deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE).

Nova divisão

A categoria A, de motociclistas, será dividida em três subcategorias: A1, categoria genérica, para condutor de ciclomotor (veículo motorizado de duas ou três rodas); A2, para condutor de moto de até 300 cilindradas; e A3, para condutor de moto de até 700 cilindradas.

Independentemente da subcategoria, a formação do condutor deverá incluir curso de direção em circuito fechado, anterior à prática em via pública.

Caberá ao Conselho Nacional de Trânsito (Contran) regulamentar a lei e definir os exames que serão feitos em cada subcategoria.

A nova classificação não prejudicará os motociclistas já habilitados ou em processo de habilitação quando a lei entrar em vigor.

Patriota disse que a proposta tem dois méritos. Primeiro, impede que candidatos à habilitação façam o teste em uma motocicleta de potência inferior à que usará no dia a dia. Depois, permite dosar o teste de habilitação ao veículo que será usado pelo condutor.

Tramitação

O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado agora na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

As informações são da Agência Câmara

  • Jayson Stein

    Retrocesso! Já era assim antigamente era não resolvia nada.

    • Grande Arquitecto

      Vai resolver nada pois já era assim na decada de 80. O que vai acontecer é que as Auto escolas terão que possuir motos de altas cilindradas e isso vai gerar custos para os candidatos. Outra coisa: E as motos acima de 700 cilindradas? terá a categoria A4 ???? Isso é uma piada e só vai tirar mais dinheiro do povo.

  • conselheiro

    SÓ AUMENTA OS GASTOS PARA OS FUTUROS CANDIDATOS A HABILITAÇÃO, CUSTA TAMBÉM PARA AS AUTOS ESCOLAS QUE VÃO SE OBRIGADO A TER TRÊS TIPOS DE MOTOS, NÃO VEJO LOGICA, TEMOS QUE MELHORAR A EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO DEFENDO QUE AUMENTE AS AULAS TEÓRICAS NOS CFCs,

  • Claudia Hermeling

    Sou a favor do projeto. Mas nada nesse Brasil vai funcionar enquanto o ser humano não tiver educação, bom senso e consciência.

  • Luiz Fernando Lemos

    E motos acima de 700 cilindradas? Vai ter a categoria A4?😂😂

  • Alexandre Verdi

    Mais uma vez o Brasil tem um retrocesso, isso já era aplicado na década de 80 e 90 , e não deu certo. As “auto escolas ” CFC B vão dar aula com moto de 300cc , 700cc ,o exame vai ser realizado com as respectivas?
    Isso é uma forma de tirar dinheiro do povo porque na prática não funciona.
    É muito mais fácil limitar a moto com que o condutor (já aprovado ) vai dirigir, ex: 1° ano PPD – Só pode moto até 300cc.
    2° ao 5° ano – todas as motos até 500cc.
    Após o 5° ano todas as motos.

    Ou outro exemplo
    Nós 3 primeiros anos moto até 300cc.
    Após linerado todas as motos.
    Dessa forma iria facilitar a vida do cidadão e da fiscalização.

  • Alexandre

    Klkkkk não vou poder conduziras motos 1000 cc

  • Cristiano Daniel

    É apenas pra tirar dinheiro mesmo… Como o toxicológico… O cidadão fica limpo durante 3 ou 4 meses renova sua habilitação ou adiciona categoria e depois se entope de tóxico por quatro anos e meio. Adianta? É pra tirar dinheiro mesmo.

  • Herley Mühlenbruch Guimarães

    Coitados de nós contribuintes, haja dinheiro. Cada dia uma nova imposição de políticos de índole duvidosa.

  • Romildo Carvalho Dos Santos

    Estamos retroagindo no tempo, por leis que já foram feitas no antigo CNT, Código Nacional de Trânsito já tinha essa distinção de A1, A2 e A3 o que só causava dor de cabeça para fiscalização e condutores, tipico de parlamentares que não tem o que fazer e ficam reeditando leis passadas e os outros por ignorância o seguem.

    • Valdir Do Nascimento

      É. A minha era A3, depois, em dada renovação, “baixou” para A2 (porque passara a ter só duas “classes”), finalmente acabou-se com os números e – também a minha -, e nova renovação, passou a ser só A. E agora, será que terei que “refazer” os testes e despesas novamente para voltar a ser A3 e poder pilotar “motos grandes”? E pior: diz ali que A3 é para “até 700 cilindradas”! E para motos com mais de 700 cilindradas, como fica?

  • Ronny Marsh

    Só vale a pena se a carga horária de aulas for reduzida proporcionalmente ao tipo da habilitação, bem como o PREÇO relativo a todo processo, o seguro e impostos para cada tipo de moto.

  • Teresa Tânia

    Essa situação vai mais uma vez onerar o bolso do brasileiro, cada categoria vai ter um processo é cada processo vai ter um custo e outra a moto aumenta a potência mas o sistema de manejo é o mesmo a embreagem, pedaleiras, freios, qual a diferença? É fazendo 20 ou 30 aulas seja lá a quantia a pessoa não terá domínio dá máquina com poucos dias de aula. Somente com tempo de prática aprenderá a dominar a máquina.

  • Gnomo Araras de Aço

    Aos Motociclistas amantes das duas rodas.
    A medida que formos pra cilindradas mais altas, uma nova habilitação. Ou seja, mais um impecilho e haja gasto.

  • Fagner Cunha

    Quero eu acreditar que isso é brincadeira, e de mau gosto por sinal. O CTB já atualizou justamente porque a lei anterior era pífia, causando confusão nas fiscalizações. A pergunta que não quer calar é, as outras categorias também terão as subcategorias 1, 2 e 3? Porque os outros veículos também tem cilindradas diferentes. Os deputados não têm lei melhor para redigir ou votar?
    Brasil, o país do retrocesso 😒

  • RaunySurf

    O governo sempre inventando um jeito de ROUBAR MAIS!!!

    QUE LIXO DE LEI RIDICULA!!!

  • Luciano Cesar Schuenke

    Que coisa podre. eles não tem outra coisa
    pra fazer do que ficar mudando as leis …
    Eles que erguem essa bunda da cadeira e vão olhar um pouco como esta os Hospitais e as estradas do nosso País…. Isso ai nao vai mudar em nada só querem tirar é mais dinheiro de nós……

  • Reinaldo

    Todos projetos elaborados pelos politicos, são de cunho beneficiário, isso prova o sentimentos que todos se manifestaram aqui nesse site.

  • Reinaldo

    É o melhor site sobre transito, parabéns pela postagens, Mariana

  • Andre Costa Camargo

    Ridiculo, querem tomar nossa grana mais ainda

  • Marcelo de Faro

    ARRECADAÇÃO!!!

  • Paulinho motovlog

    Então carro 1.0 B1 carro 2.0 B2 3.3 B3
    E isso se vai ter para moto tem que ter para carro

  • Guuh

    Só fazem lei para ferrar o trabalhador,esse deputado é um inútil que nunca se quer encostou numa motocicleta,deviam estar preocupados em resolver a crise do país.Nunca vi uma lei tao inútil como essa,e os carros? 1.0 para um mustang 5.0? Bando de politicos desgraçados.

  • Marcio Ricardo Gomes

    O GOVERNO É UMA MAQUINA DE EXTRAÇÃO DE DINHEIRO. E O POVO BRASILEIRO É O PATO!!!

  • Renato De Oliveira Lucena

    Infelizmente, quem vai ganhar sao as auto escolas.

  • Diego Ricardo Cossa

    Povo que aceita tudo, é isso que dá.