Publicado em 14 de março, 2019 as 08h03.

Polaridade marca reunião no Denatran sobre formação de condutores

Por Mariana Czerwonka.

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) realizou ontem (13), uma reunião consultiva aberta à sociedade para ouvir considerações e ponderações sobre a formação de condutores.

Nos debates foram abordadas questões como a exigência de simulador para os novos condutores, aulas noturnas e modalidades educativas possíveis para a formação teórica, a periodicidade dos exames para renovação da CNH, exames toxicológicos para profissionais que exerçam atividade remunerada ao volante, além das exigências para o estabelecimento de novos Centros de Formação de Condutores.

De acordo com Celso Mariano, diretor do Portal do Trânsito, que participou da reunião, a polarização em torno do simulador merece destaque.

“Assistimos defesas veementes tanto de quem é contra quanto de quem é a favor. Também houve ataques veementes a possibilidade do EAD na primeira habilitação”, afirmou Mariano.

Ainda segundo o especialista, era notória a seriedade com que todos estavam tratando os assuntos.  “Eu fico pessoalmente muito satisfeito de ver o grau de comprometimento das pessoas que aqui estão. As novas tecnologias estão trazendo impactos enormes. Não adianta nós afinarmos bem por aqui enquanto  o mercado lá fora está mudando. Com o Uber, veículo autônomo, carros compartilhados, as pessoas tendem a não mais querer investir no seu próprio veículo. É claro que isso vai impactar na formação de condutores como um todo, mas ela nunca deixará de existir”, acredita o especialista.

Jerry Adriane Dias Rodrigues, diretor geral do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), reiterou que o órgão está sendo transparente e receptivo.

“Estamos interessados em ouvir todos os lados, respeitamos todas as opiniões e tudo que foi discutido será levado em conta, mas chegará um momento em que decisões serão tomadas”, concluiu o diretor.

Novas reuniões consultivas acontecem nos dias 14 de março, das 14h30 às 18h, e 20 de março, das 9h às 12h30 e das 14h30 às 18h.

Veja a reunião na íntegra: