Publicado em 23 de outubro, 2017 as 08h39.

PL permite formação de condutor por instrutor sem vínculo com autoescola

Por Agência de Notícias.

Instrutores autônomos
O deputado Severino Ninho argumenta que essa atividade seria uma alternativa a mais para os desempregados que querem se tornar autônomos.

A Câmara analisa o Projeto de Lei 7484/17, do deputado Severino Ninho (PSB-PE), que permite a formação de condutores de veículos automotores por instrutores autônomos, sem vínculo com autoescolas.

Como consequência dessa permissão, o projeto modifica a inscrição obrigatória dos automóveis de aprendizagem, trocando a “autoescola” por “aprendizagem”.

O deputado justifica sua proposta citando o grande número de desempregados existentes hoje no Brasil – cerca de 13 milhões. “Frente à escassez de empregos, muitos têm se lançado ao empreendedorismo e atividades autônomas”, afirmou Ninho, argumentando que essa atividade seria uma alternativa a mais para os desempregados que querem se tornar autônomos.

Conforme a proposta, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) regulamentaria o credenciamento para prestação de serviço por instrutores-autônomos, pelas autoescolas e outras entidades destinadas à formação de condutores e às exigências necessárias para o exercício das atividades de instrutor e examinador de trânsito.

 

Importante: tivemos a informação de que o PL foi arquivado.

As informações são da Agência Câmara de Notícias.