Publicado em 10 de outubro, 2016 as 08h07.

Detran/SP inicia monitoramento do exame de direção veicular

Provas práticas para categoria B serão acompanhadas por câmeras e telemetria

Por Mariana Czerwonka.

Monitoramento prova prática
Candidato e o examinador passam por identificação biométrica (leitura de digitais) no início e no final da prova. Foto: Detran/SP

Começou no último mês de setembro o projeto-piloto do Detran.SP para monitorar, por meio de câmeras e telemetria, as provas práticas de direção veicular para a categoria B (carro). Os testes estão sendo feitos em São Bernardo do Campo.

Entre os objetivos da iniciativa, segundo Neiva Aparecida Doretto, diretora-vice-presidente do Detran.SP, está o de coibir possíveis irregularidades, como o pagamento da chamada ‘quebra’ para ser aprovado. “O intuito principal, porém, é aprimorar a formação dos condutores, essencial para tornar o trânsito mais seguro”, completa Aparecida.

Você está sendo filmado

Os carros examinados são equipados com diferentes recursos tecnológicos, capazes de permitir o rastreamento e o monitoramento do percurso e do comportamento do candidato durante o teste de direção.

Para isso, cinco câmeras instaladas no veículo registram tudo o que acontece dentro e fora dele, inclusive com a captação de áudio, para aferir o comportamento do candidato e do examinador, além do percurso e movimentos de marcha à ré. Sensores identificam ainda possíveis toques do carro nos cones durante a baliza, aceleração excessiva, uso das setas e do freio de mão, funcionamento do motor, velocidades média e máxima e tempo gasto em pontos específicos do teste.

Todos esses dados, somados às informações relatadas pelo examinador, tornam o resultado da prova mais preciso. Se, por exemplo, houver divergência entre a avalição do examinador e os registros coletados pelos equipamentos dos veículos, o sistema emitirá uma mensagem no painel de monitoramento, e o resultado será analisado pelos membros da banca examinadora.

Categoria A

Também já estão sendo monitoradas as provas práticas da categoria A (moto). Esses exames são acompanhados por quatro câmeras externas fixadas em pontos do percurso, posicionadas estrategicamente para filmar todas as etapas do teste, do início ao fim.

Medidas e punições

Em casos de comprovação de irregularidades e uso de métodos fraudulentos para obtenção da CNH, o Detran.SP tomará as medidas cabíveis, como o descredenciamento dos estabelecimentos que oferecem o serviço, desligamento de eventuais funcionários envolvidos e cancelamento das habilitações obtidas irregularmente.

Com informações do Portal do Governo do Estado