Publicado em 24 de julho, 2017 as 17h27.

Detran/MS lança sistema de videomonitoramento de aulas práticas

Por Mariana Czerwonka.

Videomonitoramento Detran/MS
O sistema substitui a antiga prancheta utilizada pelos instrutores e examinadores. Foto: Divulgação Detran/MS.

Desde a semana passada, os alunos que entrarem nos automóveis das autoescolas cadastradas no Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS) para o processo de primeira habilitação, adição e mudança de categoria, vão encontrar uma câmera e um leitor biométrico no veículo. Os equipamentos fazem parte da nova tecnologia de videomonitoramento de aulas e provas práticas do órgão e vale para a preparação de motoristas nas categorias B (carros), C (caminhão), D (ônibus) e E (veículos com dois reboques).

O sistema substitui a antiga prancheta utilizada pelos instrutores e examinadores, uma vez que toda a imagem e som da aula e exame prático são gravados, gerando assim um relatório das faltas cometidas pelo aluno.

No caso das aulas é possível certificar se o tempo foi cumprido, se as aulas seguem o plano pedagógico e se está sendo transmitido ao aluno todas as habilidades e competências necessárias. Um dos benefícios do sistema é que os alunos também podem solicitar a filmagem da aula e da prova em caso de reclamação ou conflito.

Para o Detran, a tecnologia objetiva melhorar o processo de primeira habilitação, por intermédio do aperfeiçoamento de três aspectos: segurança, transparência e caráter pedagógico. “O Detran-MS vem implantando uma sequência de ações de qualificação do processo de habilitação do Estado. Relacionando-se a medidas que implicam diretamente na superação da meta de redução de mortes no trânsito estipulada pela Organização das Nações Unidas (ONU) ”, ressalta Gerson Claro, diretor-presidente do Detran-MS.

A diretora de Habilitação do órgão Rosilda Melo, em coletiva de imprensa realizada na última quinta-feira (20.7) apresentou todo o processo para a obtenção da CNH, demonstrando etapa por etapa e a tecnologia empregada.

“A telemetria e a biometria deram mais agilidade e segurança ao início do processo da CNH até a sua emissão. Hoje podemos dizer que o Detran do Mato Grosso do Sul, destaca-se no cenário nacional como um órgão de trânsito que investe em tecnologia em prol do usuário”, completa.

Entre os anos de 2013 e 2016, o estado reduziu em aproximadamente 33% o número de acidentes. “Os números nos mostram a importância de qualificar o processo de habilitação, acredito que investimento em tecnologia, agregando transparência aliado as campanhas educativas, nossos resultados serão cada vez mais positivos”, conclui Gerson Claro.

As informações são do Detran/MS

 

 

  • Maria Irene Aguiar

    O Detran-PE, tudo é monitorado, patio, carros das provas nos páteos, além de a frequência nas CFC’s também serem feitas por coleta biométrica. 🙂