Publicado em 21 de janeiro, 2016 as 06h12.

Família Yared revela multa de radar registrada minutos antes de acidente

A informação pode gerar uma reviravolta no caso Carli Filho

Por Mariana Czerwonka.

Acidente Carli Filho
A hora da infração é 0h50 e o acidente entre Carli Filho e o carro onde estavam os dois jovens ocorreu 0h54, poucos metros a frente de onde o motorista do gol foi multado.

A noite de 07 de maio de 2009 não existiu. Pelo menos para os radares que fiscalizam o limite de velocidade na Rua Monsenhor Ivo Zanlorenzi, via onde ocorreu um dos acidentes mais trágicos e violentos da cidade de Curitiba, que envolveu o ex-deputado Luiz Fernando Ribas Carli Filho.

Apesar de a informação parecer surreal, foi o que disse à época do acidente, a empresa responsável pelos equipamentos eletrônicos de fiscalização. De acordo com a Consilux, concessionária dos radares de Curitiba, um problema impediu o registro de imagens naquela data, nos equipamentos instalados na avenida. Porém, no começo dessa semana um fato novo veio à tona: quatro minutos antes do fatídico acidente, os radares da via estavam funcionando e registrando infrações. O pai de uma das vítimas do acidente, Gilmar Yared, divulgou uma foto da suposta infração através de sua conta no Facebook.

A infração teria sido cometida na Rua Monsenhor Ivo Zanlorenzi, em Curitiba, no dia 7 de maio de 2009, apenas quatro minutos antes do acidente que matou Gilmar Rafael Souza Yared e Carlos Murilo de Andrade. Segundo o pai de Gilmar Rafael Souza Yared, o motorista a que foi destinada a multa disse que não entregou antes por medo e que decidiu revelar a infração por que se comoveu com o adiamento do júri popular de Carli Filho pelo Superior Tribunal Federal (STF). Ele teria mantido a infração escondida durante todos esses anos por medo de sofrer ameaças e represálias.

A imagem, postada no Facebook, mostra que o motorista de um gol foi multado por transitar acima da velocidade máxima permitida. A hora da infração é 00h50 e o acidente entre Carli Filho e o carro onde estavam os dois jovens ocorreu 00h54, poucos metros a frente de onde o motorista do gol foi multado. Por esse motivo, a família Yared acredita que as imagens tenham sido removidas pela empresa.

A empresa Consilux, ainda não se manifestou sobre o assunto.

No tópico: Fiscalização