Publicado em 14 de novembro, 2017 as 08h22.

Detran/PR alerta para golpes em redes sociais

Por Assessoria de Imprensa.

Golpes nas redes sociais
O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) alerta para golpes que oferecem facilidades em regularizar ou conquistar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Foto: Detran/PR.

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) alerta para golpes que oferecem facilidades em regularizar ou conquistar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Anúncios em redes sociais prometem retirar pontuação, eliminar processos de suspensão ou cassação do direito de dirigir, além de venda de CNH falsa pela internet.

O golpe consiste na oferta de burlar etapas do procedimento administrativo do Detran, pedindo dinheiro antecipado para realização dos supostos serviços. Os estelionatários usam até nomes e fotos de servidores do órgão na tentativa de ganhar a credibilidade das vítimas.

“Eles usam redes sociais e grupos de compra e venda de produtos usados. Todo o contato é pela internet, nunca marcam encontros presenciais e pedem dinheiro antecipado. Os pagamentos são por depósito bancário ou boleto e o golpe chega a custar até R$ 4 mil, de acordo com denúncias recebidas”, explica o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.

“O Departamento investe continuamente em tecnologia e segurança. O controle dos documentos e procedimentos é rígido, dentro e fora da instituição. Usamos o que há de mais moderno em sistemas de informação, verificação biométrica e fotos para evitar qualquer tipo de fraude”, garante.

Perigo

Além de perder dinheiro com facilidades que não existem, quem cai no golpe é usado para obtenção de empréstimos e compras de bens. Os golpistas pedem o envio de números de documentos, assinaturas e até as digitais do candidato. Ao fornecer essas informações o usuário dá margem para outros golpes, além do aplicado para a CNH.

“Os criminosos usam os dados da vítima em empresas de concessão de crédito e chegam a comprar carros e motos, que logo são transferidos para terceiros, deixando apenas dívidas em nome da pessoa lesada”, conta o assessor militar do Detran, major Fernando Klemps.

Denúncias

Qualquer denúncia envolvendo comercialização de Carteira Nacional de Habilitação, ou de facilidades ilegais em processos da autarquia, pode ser feita ao Detran, através da ouvidoria. O serviço está disponível no site www.detran.pr.gov.br e o órgão encaminha todas as denúncias recebidas às autoridades competentes.

Também é possível denunciar diretamente à Polícia Civil. Em Curitiba, o cidadão pode procurar a Delegacia do Estelionato e Desvio de Cargas, na Rua Professora Antônia Reginato Vianna, 1177, bairro Capão Imbuia, em Curitiba. O telefone é (41) 3261-6600.

Para casos envolvendo crimes praticados exclusivamente pela internet, a denúncia deve ser feita no Núcleo de Combate aos Cibercrimes, na Rua José Loureiro, 376, no Centro, em Curitiba. O telefone de contato é (41) 3323-9448.

No interior, qualquer delegacia de polícia está apta a receber este tipo de denúncia.

As informações são da Assessoria de Comunicação

No tópico: Documentação