Publicado em 15 de fevereiro, 2017 as 15h05.

Denúncia: quando a calçada vira um grande desafio para os pedestres

Por Mariana Czerwonka.

Rua Cleto da Silva com Rua das Carmelitas.
Rua Cleto da Silva com Rua das Carmelitas.

A calçada é o lugar onde o pedestre deveria ter mais segurança. O problema é quando esses locais estão em péssimas condições de tráfego e ainda por cima, tornam-se estacionamento de veículos. É isso que está ocorrendo em dois locais de Curitiba, segundo denúncias que chegaram ao Portal do Trânsito.

A primeira delas é referente a uma situação que se repete diariamente na Rua Cleto da Silva com Rua das Carmelitas e a outra é na Rua Gastão de Abreu Pires, no Campo Comprido. Nos dois locais, além do estacionamento irregular, a calçada está em péssimo estado.

Entre janeiro e março de 2012 um estudo realizado pelo portal Mobilize Brasil avaliou a situação das calçadas do país. De acordo com o estudo, de forma geral, os municípios brasileiros atribuem a construção e conservação das calçadas aos proprietários dos imóveis. Além de ser considerada inconstitucional por vários juristas, a imposição explica a falta de padrão nas calçadas em todo o país. Considerando os dados do levantamento Calçadas do Brasil e seus resultados negativos em todas as cidades avaliadas, a equipe do Mobilize Brasil defende a ideia de que todas as calçadas sejam planejadas, construídas e mantidas pelo poder público.

Rua Gastão de Abreu Pires, no Campo Comprido.
Rua Gastão de Abreu Pires, no Campo Comprido.

O Portal do Trânsito levou os casos ao conhecimento da SETRAN, órgão municipal que gerencia o trânsito em Curitiba, e solicitou providências nos locais. De acordo com o órgão, foram detectadas irregularidades nos locais, totalizando cinco autos de infração e 12 orientações. Além disso, a equipe de fiscalização preparou um relatório ao setor de sinalização solicitando melhorias no local.

Está insatisfeito com o trânsito de sua cidade? Então envie sua denúncia. O Portal irá junto com você buscar a resposta.