Publicado em 16 de outubro, 2017 as 08h11.

Carta aberta ao Denatran sobre o uso dos faróis durante o dia em rodovias

Por Artigo.

José Carlos Chaddad*

Luz baixa
Segundo o internauta, o uso dos faróis baixos não impede que ocorram acidentes.

Em primeiro lugar envio minhas sinceras congratulações e fico a vontade para discorrer sobre o assunto a seguir, que é relacionado a Lei do Farol Aceso durante o dia nas rodovias.

Neste mês de agosto, realizei uma viagem de aproximadamente 12.000 km pelo Norte, Centro-Oeste, Nordeste e Sudeste e retornando ao Norte, pois sou residente na cidade de Porto Velho-RO, dirigindo o veículo de minha propriedade.

E relacionado ao uso do farol aceso durante o dia nas rodovias, fui muito observador, ou seja, se realmente existe a necessidade deste mecanismo dos carros estarem acionados, ou seja, acesos. Verifiquei e não é necessário. Explico: A ideia do farol aceso é fazer com que evite acidentes, principalmente colisões frontais, ledo engano, pois pude observar que mesmo com os faróis acesos, os condutores insistem em ultrapassagens perigosas, insistem em dirigir de maneira irresponsável.

O farol aceso não inibe as “loucuras” que muitos condutores insistem em fazer. Pois, presenciei 12 (doze) reais perigos de colisão, mesmos os carros estando com os faróis acesos, os motoristas irresponsáveis, que chamo aqui de “bandidos dos volantes”, não respeitem as faixas de sinalização, abusam da velocidade e com o farol aceso chega a ser um convite para o famoso pensamento do condutor irresponsável: “vai dar tempo de eu ultrapassar e voltar para a minha faixa”, engano, o farol aceso não inibe.

O que tem que ser feito, é uma fiscalização por parte da PRF, mais concreta, estar mais presente nas rodovias e as multas pesadas para estes irresponsáveis. A Lei do Farol Aceso durante o dia chega a ser até ridícula, pois não inibe em nada, ainda mais em um país tropical com o nosso.  É um desperdício, ou melhor, é um equipamento do veículo sendo usado desnecessariamente, e inoperante. O motorista que é irresponsável é o causador de acidentes com o farol aceso ou não.  Isto eu pude observar em várias situações. Repito verdadeiros “bandidos no volante”. Não respeitam faixas contínuas, não respeitam a distância que o outro veículo (com o farol aceso) vem em sua direção e fazem “ultrapassagem criminosa”, e posso afirmar o farol aceso chega ser até um convite para ultrapassar, pois acha que vai dar tempo, como já disse acima.

Senhor Diretor, sou ciente que existe a Lei, porém digo com absoluta certeza ser uma lei ineficaz, pois os acidentes continuam e muito. É necessário fazer com que os parlamentares, ou a autoridade competente reflitam sobre o assunto e procure um meio legal para “acabar com esta lei ineficaz”, verdadeira fonte de arrecadação e, penalizando o contribuinte (condutor) cada vez mais.  Espero e aguardo uma manifestação por parte do Senhor.

* Os artigos enviados por internautas são de responsabilidade de seus autores e não expressam, necessariamente, a opinião do Portal do Trânsito.

No tópico: Segurança