Publicado em 19 de fevereiro, 2016 as 06h23.

Cuidados com os pequenos ciclistas

Por Mariana Czerwonka.

Criança ciclista
De acordo com pesquisas, o uso do capacete pode reduzir em até 85% o risco de traumatismo craniano em quedas da bicicleta.

Mais do que um brinquedo, a bicicleta é um veículo que muitas vezes representa para as crianças liberdade e independência. Além de fazer bem para a saúde, essa atividade auxilia no desenvolvimento da coordenação motora e da concentração. Porém, existem riscos para os pequenos que gostam de andar de bicicleta e os pais devem estar atentos.

Segundo a ONG Criança Segura, um dos principais perigos são as lesões na cabeça. De acordo com pesquisas, o uso do capacete pode reduzir em até 85% o risco de traumatismo craniano em quedas da bicicleta. “A única maneira de evitar essa lesão é usar o capacete, porém ele deve ter selo do Inmetro e ser fixado corretamente na cabeça da criança, não pode nem ser maior e nem ficar apertado”, explica Eliane Pietsak, pedagoga, especialista em trânsito.

O calçado também é importante, as crianças devem usar sempre sapatos fechados e evitar cadarços folgados ou soltos.

Outros equipamentos de segurança também devem ser usados na bike como refletores luminosos, espelhos e buzina. “Além disso, a bicicleta deve ser adequada ao tamanho da criança e estar com a manutenção em dia, principalmente na parte dos freios”, diz a especialista.

Lugar correto para brincar

Mesmo com todos os cuidados citados acima, a supervisão de um adulto é fundamental para a segurança do pequeno ciclista. “Brincar nas ruas jamais, mesmo naquelas de pouco movimento, sempre é possível encontrar um condutor desatento ou descuidado. Lugar de criança andar de bicicleta é nos parquinhos, praças e ciclovias”, alerta Pietsak.