Publicado em 16 de dezembro, 2013 as 10h08.

‘Bebida mata e nem sempre é só você’ é tema de campanha

Por Mariana Czerwonka.

Bebida mataSerá lançada na segunda-feira (16), às 14h30min, a campanha de trânsito ‘Bebida mata e nem sempre só você’, desenvolvida pela Opas (Organização Panamericana de Saúde) e o Ministério da Saúde. Assim como em outras quatro capitais, em Campo Grande a campanha é coordenada pelo GGIT (Gabinete de Gestão Integrada de Trânsito). Estas cidades desenvolvem, desde 2010, o projeto de Redução da morbimortalidade por acidentes de trânsito denominado ‘Vida no trânsito’. O evento será realizado no gabinete da esplanada.

O objetivo é mobilizar a população para mudanças de atitude, conhecimentos e comportamentos relacionados ao ato de dirigir após o consumo de bebida alcoólica. Para tanto, a partir de segunda-feira serão veiculados um vídeo e spots nos canais de TV aberta e rádios de Campo Grande.

Com a chegada das festas de final de ano, o hábito de consumir bebida alcoólica e dirigir pode se tornar ainda mais perigoso. Dados da pesquisa Vigitel (Vigilância dos fatores de risco para as doenças crônicas e agravos) 2012, realizada pelo Ministério da Saúde, mostraram que o percentual de adultos que dirige após o consumo de qualquer bebida alcoólica ocupa o quarto lugar nas capitais brasileiras.

Os integrantes do GGIT consideram que as ações desenvolvidas em Campo Grande vêm causando impacto positivo no que se refere à redução do número de mortes. Em 2013, houve uma redução de 17% no número de mortes em relação ao ano de 2012 (dados até o mês de setembro). As ações de prevenção devem ser permanentes, uma vez que a capital de Mato Grosso do Sul registra altos índices de acidentes com vítimas, cerca de dois mil acidentes a cada trimestre.

O GGIT congrega diversas instituições ligadas ao trânsito, tais como, Agetran, Ciptran, Detran, PRE, PRF, secretarias municipal e estadual de Saúde, Santa Casa, Samu, entre outras. A ideia é promover um trabalho em parceria para diminuir os acidentes e aumentar a segurança no trânsito do município.

Fonte: Correio do Estado

 

No tópico: Vida no Trânsito