Publicado em 27 de abril, 2017 as 16h11.

PRF inicia Operação Dia do Trabalho nesta sexta-feira

Embriaguez, ultrapassagem e excesso de velocidade serão os focos da fiscalização

Por Mariana Czerwonka.

prf_estrada
Com quatro dias de duração, a Operação Dia do Trabalho da PRF termina à meia-noite de segunda-feira (1º de maio). Foto: PRF Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) lança à zero hora desta sexta-feira (28) a Operação Dia do Trabalho em todo o país.

Como em outros feriados nacionais, a PRF terá três focos prioritários da fiscalização: excesso de velocidade, embriaguez ao volante e ultrapassagens irregulares. Com quatro dias de duração, a Operação Dia do Trabalho da PRF termina à meia-noite de segunda-feira (1º de maio).

Na segunda-feira (1º de maio), inicia-se a campanha Maio Amarelo, que prevê várias ações coordenadas com o objetivo de reduzir mortes no trânsito. A ONU (Organização das Nações Unidas) estabeleceu a década 2011 – 2020 como a Década de Ações pela Segurança no Trânsito, convocando todos os países signatários da Resolução, entre eles o Brasil, para desenvolver ações para redução de 50% de mortes em 10 anos.

Entre as principais causas dos acidentes com mortes ocorridos em 2016 estão falta de atenção (30,8% dos óbitos registrados); velocidade incompatível (21,9%); ingestão de álcool (15,6%); desobediência à sinalização (10%); ultrapassagens indevidas (9,3%); e sono (6,7%).

As colisões frontais responderam por 29% das vítimas mortas no ano passado, seguidas pelos atropelamentos de pedestres (18,2%). Condutores ou passageiros de motocicletas foram 17,8% dos mortos; ciclistas, 4,1%.

A cada quatro mortes, três ocorreram em pista seca. Mais de 70%, em retas. Mais da metade foram registradas à noite (53,8%), em trechos de pista simples (61,7%) e em regiões rurais (68,9%).

Faixa etária mais atingida, jovens de 20 a 24 anos foram 14,2% dos mortos. Idosos acima de 60 anos, 12,3%. Os homens representaram 79,3% das vítimas que perderam a vida.

Ao longo de todo o ano de 2016, a PRF flagrou, apenas no Paraná, 3.567 motoristas dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas; 22,8 mil manobras irregulares de ultrapassagem; e mais de 235 mil veículos acima da velocidade máxima permitida.

Entre as condutas recomendadas da PRF aos motoristas para evitar acidentes estão respeitar as placas de sinalização, em especial os limites de velocidade; fazer revisões periódicas do veículo e conferir o funcionamento dos equipamentos obrigatórios; planejar a viagem e evitar dirigir com pressa, cansado ou com sono; manter uma distância mínima de segurança em relação aos demais veículos; em caso de chuva, redobrar os cuidados e reduzir a velocidade.

As concessionárias de rodovia estimam para este feriado prolongado um fluxo em média 20% superior ao de dias normais. O pico do movimento deve se concentrar no final tarde e início da noite desta sexta-feira (28), na manhã de sábado (29) e no final da tarde e início da noite de segunda-feira (1º de maio).

No ano passado não houve a operação em razão da data ter sido em um domingo, portanto não haverá comparativo.

As informações são do Portal do Governo Federal

No tópico: Segurança

Tags: , , .