Publicado em 17 de dezembro, 2017 as 08h27.

Pagamento de multas de trânsito no cartão de crédito divide opiniões

Por Agência de Notícias.

Sayonara Moreno

Multas no cartão de crédito
Aos órgãos de trânsito, o pagamento é repassado de forma integral e o risco do endividamento fica para as operadoras. Foto: Pixabay.com

Uma forma de facilitar a vida financeira do motorista infrator e as contas públicas é a possibilidade de pagar multas de trânsito por meio de cartão de crédito. A medida é uma determinação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), e já está valendo em algumas cidades do país.

Entre os cidadãos, a prática divide opiniões.

O empresário, Mauro Jorge, considera a possibilidade uma forma de facilitar a vida de quem está errado.

Já a servidora pública Catherine Alves o parcelamento vai evitar o acúmulo de dívidas ligadas ao veículo.

O coordenador de educação no trânsito do Denatran, Departamento Nacional de Trânsito, Francisco Garonce, argumenta que, mesmo dividindo opiniões, a medida não vai fazer com que o infrator deixe de pagar a multa.

Com a medida, o objetivo do Contran é a redução da inadimplência por parte dos motoristas, já que o parcelamento no crédito é um compromisso entre o titular do cartão e a empresa que o administra.

Garonce acredita que a resolução pode aumentar a procura pelo pagamento de contas de trânsito que estão atrasadas.

Aos órgãos de trânsito, o pagamento é repassado de forma integral e o risco do endividamento fica para as operadoras. Por conta disso, o pagamento de multas ou débitos ligados ao veículo de forma parcelada pode gerar juros ao proprietário e isso deve ser explicado no ato de negociação.

Segundo o Contran, a nova possibilidade não é obrigatória para todos os órgãos de trânsito do país, que têm autonomia para adotar, ou não, a medida.

Quem já adotou

No Distrito Federal, o Detran está em fase de cadastramento das empresas administradoras de cartão.

A cidade de Campina Grande, no interior da Paraíba também já adotou a medida, desde novembro, sendo a primeira cidade da região Nordeste a abrir a possibilidade aos condutores.

O Detran do Rio de Janeiro também adotou a medida para os veículos licenciados no estado.

As informações são da Agência Brasil

  • Reinaldo

    Cadê o DETRAN-PR, está atrasado, nessa modalidade, isso facilita a vida dos inadimplentes no órgão e entra dinheiro em caixa, não ficando na dependência da boa vontade do pagamento por parte do infrator. Pois o mesmo parcela suas taxas e por cima fica com o veículo em dia junto ao estado