A partir de janeiro 2014, os alunos de autoescolas brasileiras terão que passar por um simulador antes das aulas práticas para tirar a carteira de motorista. O aparelho recria 26 situações, como dirigir na chuva, fazer curvas fechadas e dirigir alcoolizado.

Na Semana de Combate à Violência no Trânsito, o simulador está sendo testado em Goiânia. Entre as situações está a de dirigir bêbado. A dosagem alcoólica é programada pelo computador, que define até o tipo de bebida usada na simulação. É como se o técnico em segurança do trabalho, Antônio Tobias Borges, que testou o aparelho, tivesse tomado três copos de cerveja e uma dose de vodca antes de pegar o volante. “Você pensa que está tudo bem, mas fazendo aqui a gente vê que não é o que a gente pensa", afirma.

Só este ano, mais de 25 mil brasileiros foram flagrados dirigindo alcoolizados nas estradas federais. O simulador serve como alerta aos motoristas para o perigo desse tipo de comportamento. “São situações de riscos que o habilitado, posteriormente, vai enfrentar no dia a dia e é importante que ele aprenda essa técnica antes de pegar o volante”, explica Horácio Melo, diretor do Detran de Goiás.

Serão obrigatórias cinco aulas com meia hora de duração cada. Preparar melhor quem está ao volante faz parte de um plano nacional para diminuir até 2020 o número de mortos em acidentes de trânsito no país.

Fonte: Jornal Hoje