Publicado em 12 de janeiro, 2017 as 13h57.

Contran define tema a ser trabalhado durante todo o ano e não só na Semana de Trânsito

Diferente de anos anteriores em que o tema era trabalhado apenas em setembro, a campanha deverá se estender por todo ano de 2017

Por Mariana Czerwonka.

Campanha educativa
A principal finalidade é conscientizar o cidadão de sua responsabilidade no trânsito.

A Resolução 654/17, publicada na quarta-feira (11) no Diário Oficial, aprovou o tema e cronograma das Campanhas Educativas de Trânsito para 2017 e as mensagens a serem utilizadas, nacionalmente, em toda peça publicitária destinada à divulgação ou promoção, nos meios de comunicação social, de produtos oriundos da indústria automobilística ou afins.

De acordo com a Resolução, o tema a ser trabalhado em 2017 será “Minha escolha faz a diferença no trânsito”, tema que acompanha a evolução das ações de campanha de educação de trânsito do Denatran de anos anteriores, e acompanha as ações da “Década Mundial de Ações Para a Segurança do Trânsito – 2011/2020”. A principal finalidade é conscientizar o cidadão de sua responsabilidade no trânsito, valorizando ações do cotidiano e visando a participação de todos para o alcance da segurança viária.

Segundo o Contran, o cronograma de ações sugerido é:
  • Janeiro e Fevereiro – Ações de apoio à Campanha RODOVIDA do Governo Federal
  • Março – Campanha de volta às aulas;
  • Abril – Campanha de conscientização sobre o uso de motocicletas e ciclomotores;
  • Maio – Ações de apoio ao Maio Amarelo, campanha da sociedade por um trânsito seguro;
  • Junho – Campanha de conscientização sobre o respeito ao pedestre e ciclista;
  • Julho – Campanha de orientação para as férias escolares;
  • Agosto – Campanha de conscientização sobre uso do celular ao volante;
  • Setembro – Campanha da Semana Nacional de Trânsito (18 a 25 de setembro de 2017);
  • Outubro – Campanha de conscientização sobre consumo de álcool e direção;
  • Novembro – Campanha do Dia Mundial em Memória às Vítimas do Trânsito;
  • Dezembro – Ações de apoio à Campanha RODOVIDA do Governo Federal.

Para Eliane Pietsak, pedagoga e especialista em trânsito, esse novo formato representa uma evolução. “Aos poucos as campanhas educativas, que eram limitadas a Semana Nacional de Trânsito, estão sendo estendidas para o ano inteiro. É sem dúvida um ponto positivo, mesmo que tardio, pois já estava previsto no Código de Trânsito Brasileiro. Acredito, porém, que ainda é insuficiente para alcançarmos as metas de redução de vítimas do trânsito, pois a mudança só acontecerá com educação perene e não apenas com campanhas sazonais”, conclui.

  • Ronaldo Gomes de Souza

    Concordo com a Sra. Eliane Pietsak, sou instrutor de trânsito no Rio de Janeiro e não vejo campanhas serem divulgadas para conscientização do cidadão da parte do governo. E quando as propagandas sazonais acontecem na tv são encurtadas para muitas vezes até veicularem propagandas de bebidas alcoólicas.
    Mas não desisto de orientar aqueles que por mim passam colaborando assim para redução de acidentes de trãnsito

    • Geny polanco ribeiro

      PARABÉNS! TAMBÉM PACTUO DESSA OPINIÃO, NÃO IMPORTA QUANTOS SEJAM INDIFERENTES, O IMPORTANTE É CONTINUAR A ORIENTAR E EDUCAR.